Dinheiro que “sobrou” do carnaval do Rio não foi aplicado em creches

O mundo do carnaval ficou em polvorosa na última segunda-feira após uma declaração do prefeito Marcelo Crivella: ele quer cortar pela metade as subvenções dadas às escolas de samba. Como em toda boa polêmica, o anúncio gerou defesas ferrenhas de lado a lado. Mas a justificativa parece ser das mais nobres: a verba seria remanejada para reforçar o subsídio dado às creches conveniadas com a prefeitura.

Pois bem, em buscas no Diário Oficial do município, o blog localizou um decreto (43.274), publicado no dia 8 de junho por Crivella, que mostra que, já este ano, o carnaval teve quase R$ 1 milhão em verbas canceladas. Mais precisamente, o valor foi de R$ 937.408,96. Ao ser procurada, a assessoria de imprensa da Riotur afirmou que não houve um corte de verbas, mas sim “sobra” de dinheiro que seria investido.

Três rubricas foram o objeto da tal “sobra”: evento Rio Folia (R$ 540 mil); carnaval da cidade (R$ 343.663); e concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval (53.745,96). O blog pediu o detalhamento sobre a que exatamente se referem essas sobras e em que eventos o dinheiro sobrou. A Riotur garantiu somente que nenhum projeto foi afetado.

Mas a sequência da história é que é mais curiosa. Se fala que vai tirar do carnaval para dar para as criancinhas no futuro, o prefeito não faz isso no presente. O dinheiro que não foi usado para os eventos do samba foi remanejado para a própria Riotur, para a rubrica “marketing do produto turístico Rio”. Segundo o órgão, a verba será usada “para pagamento, por exemplo, da nossa empresa de segurança (custeio administrativo) e pagamento de pessoal que atende em postos de informação (marketing)”.

Caramba, mas e as criancinhas? Então, o mesmo decreto que remanejou a “sobra” do carnaval carioca também cancelou R$ 1.944.730,14 da ação “promoção de atividades esportivas e recreativas para prevenção das vulnerabilidades sociais”. O nome é grande, a prefeitura não detalhou de que se trata. De qualquer forma, não parece ter sido bom para os nossos meninos e meninas.

Perguntada sobre um detalhamento maior, a Secretaria municipal de Fazenda foi bastante sucinta: “Os remanejamentos são práticas orçamentárias realizadas de acordo com as prioridades da gestão”.

Ah, agora sim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s