TCE-RJ tem até bailarina do Teatro Municipal em gabinete

Volto ao blog para falar sobre mais uma curiosidade da folha de pagamento do TCE-RJ sobre a qual me debrucei tempos atrás. Entre os funcionários comissionados da Corte, há até, quem diria, uma bailarina do Teatro Municipal.

Sim, trata-se de Laura Lúcia Ávila Prochet de Barros, que, nos dados relativos ao mês de março, recebia R$ 15.844 brutos por mês no órgão. Em sua função original, por sua vez, ela tem salário de R$ 13.442 brutos. Ok, como todos acompanham a penúria em que se encontra o Teatro Municipal, esse vencimento dela por lá não deve ajudar muito.

O blog levantou, em Diários Oficiais, que a bailarina tinha cargo de assessora no gabinete do conselheiro Aloysio Neves, que era presidente do TCE-RJ até ser preso em decorrência da Operação Quinto do Ouro, que apura propina de empresas em troca de favores do tribunal. Neves foi solto recentemente, mas continua afastado de suas funções.

Laura Lúcia já teve um cargo comissionado do próprio Teatro Municipal, nada mais justo, de primeiro solista do Corpo de Baile. Ela foi exonerada da função em outubro de 2012. Em dezembro do mesmo ano, assumiu o posto no gabinete de Aloysio Neves.

Com o afastamento do conselheiro, a bailarina está, desde o fim do mês passado, à disposição da secretaria da presidência do TCE-RJ. A presidente interina é Marianna Montebello.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s